outubro 28, 2009

Aires Finais

O famoso Café Tortoni - restaurante e casa de shows tradicional da cidade.



Velhas canções que ainda emocionam.


O brinde em diferentes tons e sabores.


Ahhhhh, mas eles dançam divinamente!




Detalhes...


Mudamos de mesa de bar para mesa de café... água parece ser um problema por lá. Esta era boa!

Olha o passarinho!

Ahhhhhhhh, qual era o papo mesmo? Não lembro... mas depois de pensar que o o espelho do café era uma extensão do local, é melhor eu nem me esforçar pra lembrar... tava demorando pra eu dar meus foras!

A famosa El Ateneo, livraria instalada num antigo teatro da cidade.


Marcando presença brasilis.

Dentro dela, um pouco de tudo (mas só um pouco).

Ela é realmente linda!!


Lá no palco funciona um café. Mas fiquei um pouco decepcionada quanto a variedade de títulos...


O bairro La Boca é o mais colorido da cidade. Fica na região próxima ao antigo porto repleto de casas de chapa de zinco pintadas de várias cores fortes: verde, vermelho, azul, laranja e amarelo.


Não adianta: portas, chãos e tetos são meus favoritos.

Este é o mais famoso cartão postal do lugar.


Turistas comem e bebem ao redor das apresentações ao ar livre... mas realmente chega uma hora que tudo isso cansa. O lugar é bem "pitoresco" e colorido (visualmente marcante), mas não sei se teria vontade de voltar lá.


Isso sim, me parece bem interessante. Por ali também fica o Estádio La Bombonera, sede de um dos mais populares times de futebol da Argentina, o Boca Juniors (sinto muito, não aguento mais editar fotos - fico devendo essas).

Pronta para a volta.


Aliás, o aeroporto de lá é lindo e gigantesco!
;o)

(fotos:ligiapin)

2 comentários:

Vinícius Rocha disse...

Argentina carrega este ar de Europa da Belle Époque ... adorei ver as fotos e viajar um pouco contigo. Em princípio pensei que era São Paulo e me disse: UAU, não conhecia esta parte tão parisiense... mas depois do tango e finalmente com a colorida "Havanna Caminito" concluí: não se trata da paulicéia e sim da República del Plata!

gran beso para ti

Lígia Pin disse...

Mas o lance foi esse: me senti em casa, numa São Paulo mais limpa e organizada - pelo menos na parte que visitei.
;o)