abril 15, 2009

Cutuca e encanta



"... em meio aos rumores de ocupação chinesa e de iminente derrota da Índia, Estha e Rahel nasceram. À luz de velas. Num hospital com janelas vedadas por causa do blecaute. [...] Dois pequenos, em vez de um grande. Focas gêmeas, escorregadias de fluidos maternos. [...] Antes de fechar os olhos e dormir, Ammu examinou os dois para ver se não tinham deformações. Contou quatro olhos, quatro orelhas, duas bocas, dois narizes, vinte dedos das mãos e vinte dedos dos pés perfeitos. Mas não notou que tinham uma única alma siamesa".


Livro lindo,
que ainda não consegui terminar de ler.
;o)

2 comentários:

Vinícius Rocha disse...

(Mas não notou que tinham uma única alma siamesa) ;-)

Somos, no final das contas, um turbilhão de almas siamesas sem dar-nos conta?

bjs

Andresa disse...

eu já li...é lindo e é um dos meus favoritos!